Início

Sob a influência de diversas escolas de transformação do ser humano, principalmente o Tantra, meu foco tem sido ajudar na expansão pessoal, trazendo maior percepção, consciência e capacidade de sentir.

Como um facilitador e educador sexual somático (Sexological Bodyworker), meu trabalho tem foco no desbloqueio de crenças limitantes e vergonhas que sequestram a energia da autoexpressão e da espontaneidade.

Através de diversas técnicas de consciência corporal, toques suaves e massagens intensas que despertam as sensações, é estimulada a contínua  livre expressão do indivíduo, aumentando sua disponibilidade para vivenciar experiências significativas que lhe tragam satisfação e alegria.

Essas técnicas nos conduzem à estados de consciência onde ocorrem transformações poderosas que ampliam a criatividade, a capacidade de amar e de viver com liberdade e plenitude, mais centrado numa verdade pessoal.

Em quaisquer interações serão sempre respeitadas:
– A promoção de uma maior consciência do corpo, de todas as expressões da sexualidade e do erotismo conscientes e consensuais;
– O incentivo do livre desenvolvimento das potencialidades sem restrições, baseada na responsabilidade pessoal e no trabalho conjunto com o terapeuta;
– A valorização de todas as identidades sexuais e de gênero, sem discriminação de idade, credo, biotipo ou necessidades especiais.

closeup photo of cactus plants

Frequentemente nossas experiências traumáticas nos forçam a criar uma couraça de defesa contra a dor. O problema dessas couraças é que nos impedem também de sentir o prazer.

Reaprender a sentir pode ser um processo delicado, mas muito mais fácil quando somos guiados sem pressões, nem expectativas.

É muito compensador quando aprendemos a prescindir dessas couraças sem nos tornarmos indefesos.

Mais além de aumentar o prazer, o despertar de nosso corpo erótico pode propiciar o reencontro com a nossa própria essência.

woman eyes eye beauty

As vezes uma simples troca de olhares pode nos desnudar até a alma.

Ao sermos verdadeiramente tocados pelo olhar do outro, reconhecemos nossos medos e inseguranças e esse pode ser o convite a enfrentá-los e superá-los.

O alívio de nos desprendermos dessas amarras que impedem nosso crescimento é como o de respirar livremente após estarmos longamente sufocados por nossas limitações.

A liberdade de sermos autênticos e espontâneos sem a insegurança e o receio do julgamento alheio, resgata-nos o poder e a confiança de existir com prazer e alegria.

search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close